Em São Paulo, uma das grandes preocupações de quem gerencia estabelecimentos comerciais está relacionada aos custos com a coleta de lixo.

De acordo com a legislação municipal, empresas e condomínios que se enquadram na definição de grandes geradores de resíduos são responsáveis por contratar empresas de coleta de lixo que destinem corretamente o material descartado.

Os custos desse serviço variam de acordo com as características e o volume dos resíduos a serem coletados. Portanto, a gestão adequada deles pode resultar em economia para os estabelecimentos comerciais, aumentando as taxas de lucro e a rentabilidade do negócio.

Pensando nisso, a seguir, vamos falar sobre quais práticas podem ser adotadas com o objetivo de tornar a coleta mais em conta. Acompanhe a leitura e confira!

Coloque em prática os 4 R’s da sustentabilidade

Uma das formas mais simples de reduzir os custos com coleta de lixo é diminuindo a quantidade de resíduos. A princípio, essa redução pode parecer uma tarefa difícil, afinal o lixo produzido é resultado direto das atividades comerciais realizadas no local. Porém, com pequenas mudanças de hábito é possível conseguir bons resultados na diminuição da quantidade de rejeitos. Colocar em prática uma gestão adequada de resíduos se torna mais fácil quando você adota os 4 R’s da sustentabilidade: repensar, reduzir, reutilizar e reciclar.

Repense a compra de produtos em excesso

Geralmente, a maior parte do lixo descartado por estabelecimentos comerciais, sobretudo restaurantes e bares, é composta por resíduos orgânicos. Restos de comida, cascas de frutas e legumes, verduras e alimentos impróprios para consumo enchem sacos e mais sacos de lixos dia após dia.

Para diminuir a quantidade do material orgânico descartado, vale repensar o fluxo de compras do estabelecimento. Procure ser criterioso com fornecedores, evitando a aquisição de produtos em mau estado e que, muitas vezes, são jogados fora sem nem mesmo serem utilizados. Assim sendo, adapte as compras às necessidades reais das atividades da empresa, evitando comprar produtos em excesso e que acabem sendo perdidos. Outra medida pertinente é adequar a produção de comida à demanda diária, a fim de que não haja desperdício.

Reduza a quantidade de material descartado

Dê preferência a produtos que podem ser usados mais de uma vez. Substitua o uso de produtos descartáveis, como copos plásticos, por produtos reutilizáveis, como copos de vidro ou canecas de alumínio.

Para lojas, mercearias e mercados, é possível incentivar os clientes a usarem sacolas retornáveis em vez das sacolas plásticas. Quem trabalha em restaurantes que comercializam refeições para viagem pode incentivar os clientes frequentes a levarem sua própria marmiteira. Essa prática evita o uso excessivo de recipientes de isopor ou de papel-alumínio.

Uma outra forma que ajuda a reduzir o volume descartado é triturando e compactando os resíduos. Essa técnica não diminui a quantidade de lixo, porém reduz o volume dos resíduos, o que também pode contribuir para obter uma redução nos custos da coleta.

Reutilize o que for possível

Antes de descartar qualquer produto, verifique se não existem maneiras de reutilizá-lo. Dessa forma, é possível evitar a compra desnecessária de novos materiais. Caixas de papelão podem ser utilizadas para entregas ou para armazenar produtos na despensa, móveis antigos podem ser doados em vez de serem descartados, e assim por diante.

Recicle o que for descartado

Recicle os produtos que forem descartados. Por meio da compostagem, que pode ser feita pelo próprio estabelecimento comercial ou por empresas especializadas, os resíduos orgânicos podem ser transformados em adubo. O mesmo vale para materiais como plásticos, papéis, vidros, entre outros, que podem ser enviados para empresas que atuam nesse segmento.

Separe adequadamente os resíduos para a coleta de lixo

A reciclagem e o reaproveitamento dos resíduos são fundamentais para diminuir o custo da coleta de lixo. Para isso, é importante que o lixo seja devidamente separado, facilitando e viabilizando o processo de reciclagem.

O estabelecimento comercial deve manter o lixo orgânico separado do lixo reciclável. É preciso, ainda, cuidar para que os resíduos orgânicos não sejam contaminados com materiais inorgânicos, tais como: metais, plásticos, vidros, papéis, papelão, etc. Como esse tipo de rejeito contamina o composto, torna-se necessário descartá-lo separadamente, sob pena de tornar o material impróprio para ser compostado.

Nesse processo de separação do lixo, o estabelecimento comercial pode contar com a ajuda da sua clientela. Para tanto, basta disponibilizar lixeiras sinalizadas com as cores que indicam o tipo de resíduo a ser descartado. Você também pode buscar uma empresa de coleta especializada que dará suporte e capacitação no que diz respeito às melhores práticas de gestão de resíduos.

Então, essas foram algumas sugestões para diminuir a quantidade de rejeitos produzida no seu estabelecimento comercial e que podem ajudar você a reduzir os custos com a coleta de lixo. Para saber mais sobre o assunto e receber atualizações diretamente no seu e-mail, assine nossa newsletter!

 

1
Olá!
Como posso ajudar?
Powered by