Para evitar problemas ambientais graves, o descarte de resíduos deve ser realizado de forma segura e em acordo com as normas ambientais.

Em especial os grandes geradores de resíduos, devem ficar atentos ao que acontece com os materiais que descartam. Afinal, apesar do serviço de coleta e transporte ser terceirizado, a responsabilidade ambiental pelo produto continua sendo do gerador.

Logo, a fim de garantir uma gestão de resíduos segura, torna-se fundamental saber o que acontece após o descarte de resíduos. Neste texto, mostramos o destino dado aos resíduos gerados por clientes da Translix.

É preciso ressaltar que a decisão do melhor destino dado para cada material, é feita com base na análise das características dos resíduos gerados por cada empresa. Essa análise é realizada por meio de uma parceria entre a Translix e seus clientes, o que permite uma gestão de resíduos eficiente e ambientalmente adequada.

Para conferir os resultados dessa parceria, siga com a leitura!

O descarte de resíduos para cada tipo de material

O que acontece com os resíduos após o seu descarte depende, em primeiro lugar, das características físico-químicas do material que está sendo descartado. Por exemplo:

– Produtos orgânicos, usualmente, são enviados para aterros sanitários;

– Materiais recicláveis são reutilizados ou reciclados;

– Produtos perigosos recebem tratamento adequado voltado à neutralização de suas substâncias poluentes e são enviados para aterros industriais, coprocessamento e incineração.

Entretanto, além das características de cada material, é preciso levar em consideração o seu interesse econômico para a indústria. Dessa forma, ao passo que, em geral, resíduos orgânicos oriundos do lixo residencial são destinados em aterros sanitários, materiais coletados em grande quantidade, como o lodo proveniente de estações de tratamento, costumam ser aproveitados para a formação de blends de resíduos utilizados na fabricação de cimento.

Além das características do material e interesse econômico, o que será feito com ele após o descarte de resíduos depende, em grande medida, da forma como a gestão do resíduo foi realizada no local da geração.

Para garantir o máximo aproveitamento do material após o descarte, uma segregação adequada é crucial. Isso porque ela preserva as características do produto, permitindo sua reutilização pela indústria após seu descarte.

A destinação dos resíduos gerados por clientes da Translix

Reutilização, recuperação ou reciclagem após o descarte de resíduos

Muitos dos materiais descartados pela Translix são reutilizados e reinseridos na indústria. Em geral, os resíduos reutilizados são constituídos por substâncias que possuem grande interesse comercial, como alumínio, cobre, mercúrio, etc.

Entre os principais produtos enviados para a reutilização estão lâmpadas fluorescentes, sucata eletrônica, materiais eletrônicos, pilhas e baterias e materiais de metal. Após o descarte de resíduos, os componentes desses materiais são separados e, então, reutilizados na produção de novos produtos.

Coprocessamento e formação de blend de resíduos

O coprocessamento de resíduos é uma forma de descarte de resíduos amplamente utilizada por diversos setores da economia. Por meio do coprocessamento, os materiais descartados são utilizados para a formação de clínquer, o principal componente do cimento.

As altas temperaturas dos fornos utilizados na produção de cimento garantem a neutralização de substâncias perigosas. Dessa forma, até mesmo resíduos perigosos como óleos, lubrificantes, graxas, entre outros, podem ser utilizados para a formação de blend de resíduos, ou seja, para a formação do material utilizado como combustível para os fornos.

Entre os materiais enviados para o coprocessamento de resíduos pela Translix estão:

– O lodo proveniente de estações de tratamento de resíduos;

– Resíduos sólidos contaminados com tintas e solventes;

– Produtos não perigosos vencidos, como alimentos e rações;

– Resinas;

– Solos contaminados com óleos por processos industriais;

– Restos de borras de tintas, solventes, etc.

Após serem utilizados como combustível, as cinzas desses materiais passam a agregar o clínquer e, portanto, são transformadas em cimento.

Incineração após o descarte de resíduos

Após o descarte, alguns resíduos são enviados para a incineração. A incineração é realizada quando os resíduos são de alta periculosidade ou necessitam de destruição completa. A Translix envia para a incineração resíduos como medicamentos vencidos, resíduos de serviços de saúde, drogas e entorpecentes provenientes de apreensões e documentos sigilosos.

Descarte em aterros sanitários

Os resíduos comuns gerados pelos clientes da Translix, como restos de comida, resíduos de varrição, restos de madeira, embalagens plásticas não segregadas, entre outros, são descartados em aterros sanitários. O objetivo dos aterros sanitários é garantir um processo de decomposição acelerado pelo aterramento, que é responsável pelo aumento da temperatura e da pressão.

Todos os destinos dados aos resíduos dos clientes da Translix, atendem criteriosamente à legislação brasileira e buscam ser os mais ambientalmente adequados. Nesse sentido, o objetivo da Translix é garantir que, após o descarte de resíduos, o material não cause impactos ao meio ambiente e à sociedade. Tornando-se possível contribuir para uma economia sustentável e para a segurança corporativa de seus clientes e parceiros.

Para saber mais detalhes sobre as soluções que temos a oferecer para sua empresa, entre em contato com a gente!

1
Olá!
Como posso ajudar?
Powered by