Em bares e restaurante, a redução de resíduos tem um importante peso para a manutenção do equilíbrio dos custos de operação.

Afinal, depois da folha de pagamento, a compra de estoque é a principal despesa de empresas que comercializam alimentos. Portanto, evitar o desperdício é uma das formas mais eficazes de manter os custos de operação enxutos. Nesse sentido, o primeiro passo para reduzir o desperdício é adotar uma gestão de estoque atenta e eficiente.

Por sua vez, fazer a gestão de estoque nem sempre é uma tarefa fácil, sobretudo em estabelecimentos que comercializam alimentos frescos e perecíveis. Nesses casos, o gestor precisa pensar de forma complexa, considerando diversos fatores ao mesmo tempo, como o fluxo de clientes, o tipo de comida servida, a lista de compras, a disponibilidade dos fornecedores, etc. Qualquer erro nesse planejamento pode acabar resultando em desperdício e geração de resíduos.

Para ajudar gestores e líderes de bares e restaurantes a reduzirem o desperdício e conseguirem implementar uma gestão de estoque eficiente, separamos algumas dicas que farão toda a diferença no dia a dia da sua empresa. Então, siga com a leitura e descubra como usar a gestão de estoque para reduzir a quantidade de resíduos gerada pelo seu negócio!

Trabalhe com equipamentos em bom estado e bem regulados

Para evitar o descarte de produtos perecíveis como carnes, leites e verduras, o estabelecimento comercial deve manter seus equipamentos de refrigeração em bom estado de conservação e regulados de forma adequada aos produtos armazenados.

Em restaurantes, bares e, até mesmo, supermercados, não é raro encontrar geladeiras sobrecarregadas ou trabalhando fora da temperatura ideal. Esse uso inadequado dos aparelhos refrigeradores representa uma ameaça ao estoque e, consequentemente, geração de resíduos.

Para garantir o funcionamento correto desses equipamentos, deixe um ou dois funcionários encarregados de verificar frequentemente a temperatura de freezers e geladeiras, garantindo que ela esteja adequada para a preservação dos alimentos armazenados.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a quantidade de alimentos colocada nesses aparelhos. Quando estão muito cheios, o ar frio não consegue circular entre os produtos, prejudicando a preservação deles. Para evitar esse problema, invista em um número adequado de geladeiras e refrigeradores para a demanda da sua cozinha ou da sua loja.

Dê preferência a produtos da estação

Outra forma de fazer uma boa gestão de estoque é dando preferência a produtos da estação. Como a oferta desses itens é mais abundante, o gestor pode realizar a compra de acordo com a demanda do estabelecimento — o que evita compras de grandes lotes ou caixas fechadas e permite compras menores e mais frequentes. Além disso, ao trabalhar com produtos da estação, como frutas e verduras, é possível obter uma economia significativa, já que eles são vendidos por valores mais baixos devido ao aumento da oferta.

Faça um inventário do estoque frequentemente

Os inventários permitem ao gestor saber quais produtos estão em falta, quais alimentos precisam ser consumidos imediatamente para evitar o descarte e quais itens não estão tendo saída por falta de interesse dos clientes. Desde a elaboração do cardápio até a realização das compras, toda a gestão da cozinha deve levar em consideração esse inventário.

O ideal é estipular dias e horários específicos para a realização dele e designar, pelo menos, dois funcionários para a efetuação da tarefa. Assim, quando algum dos colaboradores não puder fazer o inventário, a atividade não ficará comprometida.

Outro aspecto a ser considerado é que o inventário deve estar pronto antes que a lista de compras seja preparada, ajudando a evitar pedidos desnecessários ao fornecedor.

Observe o lixo gerado pelo seu negócio para aperfeiçoar sua gestão de estoque

Como já falamos no texto Como diminuir a produção de lixo em bares?, um passo muito importante para quem quer gerir o estoque de forma inteligente é observar o lixo gerado pelo estabelecimento. O que é jogado no lixo ajuda a entender o que precisa ser mudado na empresa. Assim sendo, desenvolver o hábito de observar o lixo é uma atitude relevante para uma boa gestão de estoque.

Seguindo essas dicas, ficará fácil manter um estoque adequado às necessidades do seu estabelecimento comercial e evitar a geração de resíduos. Uma gestão de estoque eficiente evita que parte do investimento acabe indo parar na lata de lixo, tornando o estabelecimento mais lucrativo e eficiente. Gerando menos resíduo, seu negócio ganha força para crescer de forma sustentável.

Aproveite que está por aqui, assine nossa newsletter e receba mais conteúdos relevantes como este diretamente na sua caixa de entrada!

Este post foi útil para você? Deixe seu comentário abaixo!

1
Olá!
Como posso ajudar?
Powered by