A preocupação com a correta destinação do lixo que produzimos deve ser uma responsabilidade de todos.
Porém, em atenção às normas da Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, estabelecimentos comerciais e de prestação de serviço devem ter um cuidado especial com a gestão de resíduos.

Além da necessidade de se manter em dia com a legislação, a atenção com a forma como os resíduos são descartados pelo seu estabelecimento pode trazer importantes benefícios para o seu negócio. Entre eles, podemos citar a redução de custos com o serviço de coleta privada, o reaproveitamento de materiais que podem ser reutilizados e a melhoria dos processos da empresa.

Por isso, neste texto, apresentamos 5 dicas indispensáveis que podem ajudar você na gestão de resíduos da sua empresa. Confira!

1- Disponha lixeiras próximas às fontes de geração de resíduos

Ações simples podem fazer uma grande diferença para que a gestão de resíduos tenha sucesso. Um exemplo de prática fácil e que traz bons resultados é a instalação de coletores de lixo próxima às fontes geradoras de resíduos.

No caso de bares e restaurantes, a sugestão seria deixar lixeiras para coleta seletiva na cozinha, onde o fluxo de descarte de materiais recicláveis e não recicláveis é mais frequente. Assim, os funcionários responsáveis por essa área não terão dificuldades em separar o lixo orgânico compostável dos materiais recicláveis.

Além de contar com o trabalho dos colaboradores, também é possível contar com a ajuda dos clientes. Pensando nisso, alguns coletores de resíduos podem ser instalados no salão em que a clientela é recebida. Dessa forma, os próprios frequentadores do seu negócio não encontrarão dificuldades para descartar qualquer resíduo que tenham nas mãos.

Para restaurantes nos quais os clientes realizam as refeições sentados, poucos coletores são necessários. Eles podem ser disponibilizados na saída ou próximos aos banheiros. Já em lugares onde os frequentadores passam boa parte do tempo em pé, como bares e casas de show, é aconselhável investir em um número maior de coletores, de modo que as pessoas não tenham que caminhar muito para encontrar onde depositar o lixo.

2- Separe os resíduos sólidos adequadamente

Para uma correta gestão de resíduos, é fundamental realizar a separação dos materiais a serem descartados. A segmentação é um momento muito importante do processo de reciclagem. Sem o devido cuidado na hora do descarte, muitos materiais que poderiam ser reaproveitados acabam sendo enviados para os aterros sanitários, contribuindo com a redução da vida útil desses espaços.

Para que seja possível reaproveitar a maior parte dos resíduos descartados, é preciso separar esses materiais com atenção. Para o tipo de resíduo produzido em bares e restaurantes, o lixo deve ser separado, pelo menos, nas seguintes categorias:

– Resíduos orgânicos compostáveis — como folhas, frutas e vegetais;

– Resíduos recicláveis — como embalagens, papéis e plásticos;

– Lixo orgânico não reciclável — como papéis higiênicos, óleos e produtos químicos.

3- Utilize o código de cores do CONAMA para identificação das lixeiras

Uma maneira descomplicada e eficaz de facilitar o trabalho dos funcionários ao separarem os resíduos é utilizando lixeiras de acordo com o código de cores estabelecido pelo CONAMA. Assim, não só os colaboradores, mas também os clientes conseguirão descobrir com facilidade qual coletor deve ser utilizado para cada tipo de resíduo.

4- Invista em contêineres adequados para a disponibilização de lixo para a coleta

A implantação de contêineres para o armazenamento de resíduos recicláveis e não recicláveis é uma medida relevante tanto para facilitar a coleta como também para impedir que os resíduos descartados pela empresa sejam simplesmente depositados na rua.

Em algumas cidades como São Paulo, o uso de contêineres adequados pode ser, inclusive, uma exigência para que restaurantes e bares se adequem à legislação municipal. Portanto, é pertinente verificar se a instalação desses contêineres é um ponto obrigatório para a gestão de resíduos do seu negócio.

5- Treine a equipe para manter a qualidade da gestão de resíduos

A gestão de resíduos sólidos de estabelecimentos comerciais deve ser incorporada à cultura da empresa. A princípio, a tomada de consciência sobre a importância dessa gestão pode ser um obstáculo a ser superado por gestores e funcionários. Porém, com o tempo, a tendência é que as pessoas envolvidas com o processo acabem incorporando esses cuidados às suas atividades cotidianas.

De qualquer maneira, para garantir que toda a equipe esteja engajada com a gestão de resíduos, vale a pena promover treinamentos constantes e, até mesmo, abordar esse assunto em reuniões periódicas com os colaboradores. Dessa forma, será possível relembrar à equipe que uma boa gestão de resíduos sólidos não colabora apenas com a empresa, mas também com todo o meio ambiente!

1
×
Olá!
Como posso ajudar?