Seu negócio está preocupado em adotar um modelo de gestão de resíduos sustentável?

Pois saiba que, para tanto, viabilizar a redução do lixo produzido, a reciclagem, a compostagem e outras formas de tratamento de resíduos é fundamental. Além disso, para colocar todas essas estratégias em prática, torna-se indispensável contar com a ajuda de um bom parceiro para gestão de resíduos.

Basicamente, é preciso sempre ter em mente que a empresa é considerada responsável pelo lixo por ela gerado até a sua destinação final. Portanto, ter atenção ao escolher um parceiro passa a ser crucial, já que a empresa de coleta escolhida se tornará co-responsável pela destinação dos resíduos.

Pensando nisso, neste texto, vamos mostrar o que precisa ser levado em consideração ao escolher um parceiro e por que essa escolha é tão relevante para o seu negócio. Continue a leitura e confira!

Por que minha empresa precisa de um parceiro para gestão de resíduos?

A gestão dos resíduos produzidos por qualquer atividade econômica não termina dentro dos limites da empresa. Como mencionado, de acordo com a legislação brasileira, toda companhia é considerada responsável pelos resíduos produzidos até a sua destinação final.

Porém, por mais que sua equipe esteja engajada em segregar e reduzir a quantidade de resíduos produzidos, ao não possuir os instrumentos necessários para garantir a destinação correta deles, ela não consegue aplicar um sistema de gestão de resíduos de forma eficiente.

Logo, contratar uma empresa para atuar como parceiro para gestão de resíduos apresenta-se como uma questão de suma importância. Nesse contexto, essa empresa dará continuidade ao trabalho de gestão de resíduos iniciado pela sua equipe, garantindo a destinação ambientalmente mais adequada para esses materiais.

Por que é preciso ser criterioso ao fazer essa escolha?

No Brasil, a escolha de um parceiro para gestão de resíduos deve ser feita com bastante cautela. Apesar de contarmos com uma primorosa Política Nacional de Resíduos Sólidos, o país ainda enfrenta dificuldade em concatenar esforços públicos e privados a fim de garantir a infra-estrutura necessária para o tratamento de resíduos em todo o território nacional.

Diante dessa dificuldade, a definição de uma boa empresa de coleta mostra-se fundamental. Com a ajuda de empresas responsáveis e engajadas na destinação correta dos resíduos, é possível driblar todos esses obstáculos e garantir a sustentabilidade do seu negócio.

Como definir o melhor parceiro para gestão de resíduos da minha empresa?

Verifique os serviços oferecidos pela empresa de coleta

Visando escolher o melhor parceiro para gestão de resíduos da sua empresa, o primeiro passo é procurar conhecer pessoalmente os serviços oferecidos por ele. Assim sendo, faça uma visita à empresa de coleta e procure saber:

– Qual é a infra-estrutura oferecida pela empresa (frota própria; equipamentos; rastreamento e monitoramento dos veículos de coleta; processo de beneficiamento; coleta seletiva; reciclagem; compostagem, coprocessamento, transbordo, armazenamento, ATT;

– Referências: corpo técnico, tempo de mercado, parceiros, tecnologias;

– Licenças: Alvará Prefeitura; CETESB; AVCB; ANVISA; AMLURB, CREA, CADRI, entre outros.

– Quais são as formas de tratamento utilizadas para cada tipo de resíduo;

– Trabalham em parceria com cooperativa de catadores;

Uma dica pertinente é optar por parceiros que garantam o rastreamento das informações, mantendo o cliente informado por meio de relatórios periódicos que especifiquem o volume do material coletado e qual a destinação dada a cada tipo de resíduo produzido pela sua empresa (MTR’s – Manifesto de Transporte de Resíduos). Esses relatórios são indispensáveis em caso de fiscalização de rotina do órgão ambiental e, até mesmo, para proteger a empresa em caso de denúncias por disposição irregular.

Atente-se à documentação dela

Para atuar com coleta de lixo, alguns documentos são obrigatórios. Dependendo do tipo de material coletado, como aqueles que se enquadram como resíduos perigosos (classe I – ABNT 10004) , autorizações especiais serão necessárias.

O cuidado principal que seu empreendimento deve ter é verificar se a empresa escolhida como parceiro para gestão de resíduos possui licenciamento ambiental (CETESB) e sanitária (ANVISA) e autorização da prefeitura (ALVARÁ) para exercer suas atividades.

Valorize a experiência da empresa

Tendo em vista que, no Brasil, o setor de reciclagem e coleta seletiva ainda está em processo de consolidação, é importante valorizar empresas que tenham experiência reconhecida — como é o caso da Translix. Com isso, você garante que seu estabelecimento contará com o melhor atendimento disponível no mercado.

Então, essas foram algumas dicas para ajudar seu negócio a escolher o melhor parceiro para gestão de resíduos. Lembre-se sempre que mais do que uma prestadora de serviços, a empresa escolhida atuará em parceria com a sua. Ela será responsável por uma etapa da gestão de resíduos que é essencial para assegurar que o seu negócio produza de forma sustentável e de acordo com a legislação brasileira.

Escolhendo o melhor parceiro para gestão de resíduos, sua empresa terá a certeza de que os esforços da equipe em reduzir, reutilizar e reciclar alcançarão os resultados esperados na preservação do meio ambiente e no desenvolvimento de uma economia sustentável.

Gostou deste conteúdo? Aproveite e deixe um comentário. Sua opinião é muito importante para nós!

1
×
Olá!
Como posso ajudar?