A adoção de práticas sustentáveis, tem sido uma preocupação para empresas de todos os setores.

Nessa busca por desenvolver uma economia baseada em práticas ambientalmente adequadas, a redução do impacto causado pelo lixo é uma prioridade, sobretudo após a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos no Brasil.

De acordo com essa lei, a destinação final dos resíduos é de responsabilidade do gerador. Dessa forma, o setor produtivo deve estar atento a todo ciclo de vida dos produtos gerados, garantindo que os resíduos oriundos das mais diversas atividades econômicas, recebam o tratamento mais adequado, atendendo a legislação ambiental. Para garantir a destinação final apropriada, é imprescindível contar com um planejamento de gestão de resíduos eficiente.

Pensando nisso, neste texto, vamos abordar dois aspectos fundamentais desse processo: a identificação dos materiais descartados pela empresa e os cuidados necessários para o acondicionamento de resíduos. Então, siga com a leitura e descubra o que é preciso levar em consideração, para transformar sua empresa em uma marca sustentável e que atenda às exigências da gestão de resíduos sólidos no Brasil.

Conheça o impacto ambiental causado pelo seu negócio

Uma gestão de resíduos deve ter por objetivo, a redução do impacto ambiental causado pelo descarte de lixo. O primeiro passo para alcançar o mesmo, é identificar os impactos ambientais que podem ser causados pelos resíduos gerados pela empresa.

Para isso, é preciso realizar a identificação dos rejeitos, avaliando seu grau de periculosidade, necessidade de transporte especial, sua caracterização, volume, entre outros. A partir desses dados, conseguimos organizar o processo de segregação, acondicionamento, coleta, transporte e destinação final desse material, garantindo que todas as etapas sejam realizadas corretamente.

Considere a projeção de crescimento da empresa

Ao dimensionar o impacto ambiental dos resíduos gerados pela sua empresa, é necessário considerar ainda a projeção de crescimento do negócio. Dessa forma, torna-se possível realizar um planejamento que atenda às necessidades de expansão e crescimento da empresa, de forma sustentável e em consonância com as leis ambientais.

Entenda a importância do acondicionamento correto de resíduos

Com uma projeção adequada da geração de resíduos da empresa, chegamos ao momento de planejar a destinação que será dada a cada um deles. Resíduos recicláveis, por exemplo, podem ser encaminhados para reciclagem, o material orgânico pode ser compostado, e assim por diante. O mais importante é garantir que somente os materiais que realmente não podem ser reaproveitados, sejam encaminhados para os aterros sanitários, colaborando assim com a gestão adequada de resíduos.

Para que os materiais cheguem ao seu destino em segurança, o acondicionamento correto é imprescindível. Isso porque ele evita a perda de material, a contaminação do meio ambiente e a deterioração do resíduo, que pode impedir sua reutilização ou reciclagem. Portanto, essa é uma etapa muito importante do ponto de vista ambiental.

De modo a providenciar o acondicionamento adequado dos resíduos, é preciso ficar atento para as características que seguem:

Volume dos resíduos

Ao providenciar o acondicionamento dos resíduos, verifique o volume do material e certifique-se de providenciar equipamentos adequados para a demanda da sua empresa. Lembre-se de disponibilizar quantos equipamentos forem necessários de acordo com os diferentes tipos de resíduos.

Características físicas dos resíduos

Conhecendo o tipo de material que sua empresa gera e destina para áreas de tratamento e descarte, é necessário providenciar o acondicionamento adequado para cada tipo de material. Resíduos como plásticos, papéis e orgânicos podem ser acondicionados em sacos plásticos. Porém, é preciso certificar-se de que os sacos sejam impermeáveis e estejam bem fechados, a fim de evitar a contaminação das vias e o mau cheiro.

Materiais pontiagudos, como cacos de vidros, pedaços de plásticos e metais, que podem oferecer perigo, devem ser acondicionados em recipientes resistentes. Dessa forma, é possível garantir o transporte seguro até a área de tratamento.

Tipo de coleta contratada

Conhecendo os resíduos produzidos, é preciso planejar os tipos de coleta que deverão ser realizadas. Por exemplo, caso sua empresa se encaixe na categoria de grande geradora de resíduos, é preciso contar com um serviço de coleta privado, e o acondicionamento de resíduos deverá seguir as regras municipais.

No caso de empresas que gerem resíduos classificados como perigosos, é preciso pensar em formas de acondicionamento, coleta e transporte que estejam alinhadas com as normas para esse tipo de material.

Conhecendo o impacto ambiental do seu negócio, e providenciando as medidas necessárias para aderir a um processo produtivo sustentável, sua empresa estará seguindo a legislação que trata da questão dos resíduos sólidos no Brasil.

A forma mais eficiente de garantir uma gestão de resíduos eficiente consiste em: assegurar de que a sustentabilidade faz parte da cultura organizacional da empresa. Assim, com a ajuda de todos, funcionários e gestores, construir uma economia sustentável é possível!

Se ainda ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou deseja saber mais detalhes, entre em contato com a gente!

1
Olá!
Como posso ajudar?
Powered by